Sem categoria

Porque os Hardwares ou Placa de Vídeo estão tão caras em 2022!

Quando se monta um computador nos dias de hoje, é nítida a diferença nos preços quando comparados a tempos anteriores e, recentemente, temos percebido algumas questões sobre disponibilidade e valor do hardware. Pode parecer óbvio que a principal responsável por uma alta tão grande nos custos é a pandemia de Covid-19, mas como exatamente ela influencia para uma variação tão elevada?

De início, é importante citar um balanço divulgado pelo The Elec no início deste ano. Nele, foi informado que os produtos que fazem uso de semicondutores, artigo de suma importância para a construção de hardware, sofreriam com reajustes por conta da pandemia, visto que, com ela, houve uma perda de produção e aumento na demanda por componentes computacionais.

Além disso, a TSMC, maior empresa do ramo dos semicondutores, anunciou que de corte de preços para clientes que compram em grande quantidade, como a NVIDIA e a AMD, chegava ao fim. Na sequência, Asus, EVGA e Zotac anunciaram que alguns de seus produtos sofreriam com aumentos em seus valores. Tudo isso está relacionado aos fatores citados acima e aumentos nos custos de logística e maiores tarifas de importação.

Todavia, existe um outro fator que gerou um aumento na demanda por computadores e suas peças: as criptomoedas. O crescimento rápido e absurdo dos preços de moedas virtuais fez com que a atividade de mineração alavancasse bruscamente a busca por hardware.

Por fim, vale dizer que não há uma perspectiva de melhora no mercado nacional. O mercado tecnológico como um todo, sempre foi custoso no Brasil por diversos fatores. São diversas dificuldades logísticas.

ticas, alfandegárias e as dimensões continentais do país também influenciam em tudo isso.

Exemplo a nova placa de vídeo AMD RX 6700 XT, que promete chacoalhar o mercado do segmento. Ela chega para concorrer com modelos como a NVIDIA Geforce RTX 3060 Ti e até mesmo a 3070. A placa chega para rodar os jogos em resolução 1440p que, segundo a própria AMD, teve sua demanda dobrada no último ano.

Nas especificações, podemos observar que a 6700 XT traz uma GPU herdada (Navi 22 XT) de placas de vídeo mais antigas da AMD, caso da 6800 XT, por exemplo, que é mais voltada para o público high-end e resolução 4k. Enquanto isso, o mais novo lançamento visa rodar sem dificuldades em Full HD e 1440p.

No total, a GPU da 6700 conta com 40 CU’s, ou seja, 40 unidades computacionais. O clock desta placa é de 2424 MHz e a memória é de 12GB DDR6, trabalhando com interface 192 bits. Assim como os outros modelos do mercado, o TDP está na casa dos 230 W. Vale frisar ainda que o preço chama atenção, visto que o valor sugerido é de 479 dólares que, ao convertermos, representam aproximadamente 4.422 reais. Entretanto, não podemos simplesmente fazer a conversão direta, pois existem outros fatores que influenciam no valor final do produto em território nacional.

Muito se especula sobre um novo recurso para concorrer diretamente com a tecnologia DLSS, da NVIDIA. Todavia, ainda não foi dessa vez que a AMD anunciou tal funcionalidade, que deve vir acompanhada de outros lançamentos futuros.

Fontes: (www.pichauarena.com.br)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.